MEU NOME VIROU VICTÓRIA


Bateste na porta errada.
Meu Amor não está à venda,
nem em saldo. Podes crer.
Minhas mãos, cheias de nada,
não esperam que me arrependa.
Têm força de Mulher.

Prefiro viver sem ti
a vender-me por seres rico.
Minha opção... ser feliz!
No teu olhar eu já li
coisas das quais abdico.
Me fariam infeliz.

É curta a tua memória.
Não te esqueças que, no fundo,
não passaste duma treta.
Meu nome... virou Victória.
Nele, sinto orgulho profundo,
todo o resto… não me afecta.



Data da criação deste conteúdo:
2013-07-15