ABUSANDO DA VIDA

Não me assusta nada a Morte,
mas a Vida, agora, sim!
Ela avança sem saber
o que bem fazer de mim.
Dela, sim, eu tenho medo.
Sinto uma luta entre as duas
quando, como hoje, me excedo
e fico horas e horas
a pensar no que inventar
para não ser castigada
por este meu “deixa andar”...
Soluções? Não encontrei
porque o caminho que sigo
diz-me que olhe por mim,
mas afinal... não consigo!




Data da criação deste conteúdo_
2013-05-19